Poema | José Tolentino Mendonça

 

Perdemos repentinamente

a profundidade dos campos

os enigmas singulares

a claridade que juramos conservar

 

mas levamos anos

a esquecer alguém

que apenas nos olhou.

 

José Tolentino Mendonça, in A Noite Abre Meus Olhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s