Lulu Santos Transformou o Rock Groselha do Rei Roberto Carlos em Rock Raul | Silas Correa Leite

Silas Correa Leite 250Crítica
Lulu Santos Transformou o Rock Groselha do Rei Roberto Carlos em Rock Raul
(Cedê LULU CANTA & TOCA ROBERTO E ERASMO)

-Crescemos, parimos, regurgitamos, sonhamos amor & flor,  e amamos os Beatles e Tonico e Tinoco, ouvindo a Jovem Guarda do Rei Roberto, que gritava no auge que tudo mais fosse pro inferno, mora? Erasmo Carlos, lado a lado mas ele mesmo muito roqueiro de origem e mentalidade, era o parceiro-rock que gritava contra a banda dos contentes. O rei era o rei. Mas jovem, guarda, né não? Daquilo para tropicália, festival universitário, bossa nova, foi um pulo. Para não dizer que não falei de flores, ficamos com um rei na cabeça e o rei com o rei na barriga.  Os deuses quando querem detonar os reis, enlouquece-os, desde Shakespeare.
-Pois não é que o rei proibiu a biografia não autorizada, virou padrão global (o que não significa nada), cantou bregas e idolatrias, cristianizou-se, e, desde As Baleias não se viu um reinado tão coxinha-daslu e uma mesmice tão brega que perdeu a graça. Mas Roberto é Roberto.
-Elis cantou Roberto de arrepiar. Caetano abrilhantou Roberto, na veia. Agora, Lulu Santos botou as letras que o Roberto fez pra mim, e as músicas suaves, em arroubos de rock mesmo, e, falando sério, ficou bonito, tudo muito mais Jovem Guarda a la Rock Raul Seixas e Rita Lee do que Roberto Carlos rock groselha. Claro, aqui e ali Lulu botou um e outro para cantar, quando o cedê é dele e era ele quem queríamos ouvir com sua guitarra empolgante e forte e brilhante. Tampem podia tirar as tais vinhetas, e mesmo, a musica bobinha É preciso Saber Viver que já deu o que tinha de dar de falso pop, mas, no frigir dos ovos, Lulu acetou na maioria das escolhas entre tantas (não é fácil), embora devesse também ter gravado As Baleias,  Quando as Crianças Saíssem de Férias, Maria Carnaval e Cinzas, e, ainda, Quero Que Vá tudo pro Inferno, ou o rei refugou essa, de novo?


-Lulu Santos fez bonito. Saiu-se bem. Botou-se encorpando o rei em nível de Jovem Guarda pra cima, não rock saradinho, mas rock espumoso, barulhento, feroz, carne viva e bem ins-pirado em todos os sentidos. Santo Lulu-Raul. O rock agradece as releituras, pois pediu passagem e virou o rei de cabeça pra baixo, tornou-se grosso calibre, marcou, gostoso de ouvir, sacar, dançar, lembrar-se: o rei não passará em brancas nuvens (quando também reinventado) quanto o rock dele e nele não for negado, festa de arromba que é o próprio rock desde os estados primevos.
-Alguns rearranjos caíram bem, fortificados e surpreendentes, como o das Curvas da Estrada de Santos, Se você Pensa, Sou uma Criança (Erasmo a pleno vapor), Como é Grande o Meu Amor Por Você, Sentado a Beira do caminho, rocks and blues, e o auge em festa de Arromba, apenas pecou um pouco quando esticou começos e fins, alguns, ou em Eu Te Darei o céu que a original do rei por ele mesmo era pungente, rock de inicio ao fim. Lulu Santos deveria fazer uma enquete virtual-net, via facebook ou qualquer rede social que seja, pedindo para ouvintes; leitores/saudosistas chutarem umas outras dezessetes do rei, ou interpretadas por ele, para o Lulu Santos- sacrificá-las na guitarra, nos rearranjos, na interpretação. Rock Roberto, Raul, Rita Lee, Lulu, tudo a ouvir. O Rei Roberto Carlos que fugiu do rock, virou dinossauro-carlos, enquanto o filósofo Erasmo permaneceu criativo e pegando pesado. O melhor do rei é o Erasmo, lado b? O que fez o Lulu? Botou o rock da Jovem Guarda nos trinques, amealhou qualidade, e tem musica que, falando sério, ficou melhor com o Lulu do que com o Rei. Perdão maníacos.
É cobrar agora que o Lulu tb agregue ideias e faça um cedê só com o Erasmo – e novas canções da Jovem Guarda do Rei Roberto e do Erasmo – e pode ser que pinte outro cedê de qualidade igual na vitrola da saudade reestimada. No Hit Parade do Tempo, nem só de calhambeque vive a Jovem Guarda, mas de algum rock que p0recisava ser reavido, enguitarrado mesmo. E, além das canções que o Roberto Carlos fez para nosotros, tem uma bela renca de sucesso que eram de outros cantores/compositores, como Antonio Marcos, Renato Barros e mesmo martinha, que o Lulu poderia sapecar de rock ao seu estilo e arrojo, sua visão, musicando na interpretação de roqueiro dá pá virada e arrojada.
-É preciso coragem para saber cantar Roberto melhor do que ele, arranjando melhor, dando rock à Jovem Guarda, daquilo que ela se perdeu, ao se perder de si, ficando apenas marco historial que começou no Rock e terminou em especais água-com-açúcar de fim de ano da Globo, mais do mesmo, o que mantém o Rei vivo, mas não mais o rei, rei. O Lulu Santos botou o rei no seu devido lugar?
-0-
Silas Correa Leite
Poeta, letrista, plantador de incêndios.
Autor de GOTO, A Lenda do Reino do Barqueiro Noturno Rio Itararé, romance, Editora Clube de Autores
Blog: www.portas-lapsos.zip.net
E-mail: poesilas@terra.com,br
Texto da Série “Pondo Pingos nos Is de Músicas e Letras”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s