A Formação de leitores como desafio do Brasil atual é o tema da quarta edição da Felisquié | Valdeck Almeida de Jesus

A campanha da Festa Literária “Eu giro para onde gira o sol” criada pela Publicar News prestigia o sertão de Jequié, seus escritores, personagens e poetas. O cineasta Glauber Rocha também será homenageado

Um dos mais esperados eventos literários do Sudoeste da Bahia, a Festa Literária Internacional do Sertão de Jequié, inicia a sua quarta edição no dia 28 de novembro de 2019, quinta-feira, na Câmara de Vereadores em Jequié e terá a “Leitura”, como tema principal. Os escritores Luís Cotrim, Pacífico Ribeiro, Wilson Novais, Heleusa Câmara e  o cineasta Glauber Rocha serão os principais homenageados. Com o tema “A formação de leitores como desafio do Brasil atual”, o evento vai reunir uma programação variada, conduzida por autores da literatura nacional e internacional, com conferências, mesas-redondas, palestras e lançamento de livros.

As cantoras Ana Vitória e Flaviane vão abrilhantar a primeira noite da Felisquié interpretando as canções mais belas da MPB. O jornalista, professor, escritor e curador da Festa Literária Internacional do Sertão de Jequié, Domingos Ailton fará o pronunciamento de abertura: “A Felisquié representa o universo encantador do sertão de Jequié, além de promover uma interface entre a literatura e outras linguagens artísticas”, define o autor do romance “Anésia Cauaçu”. Em seguida, a educadora jequieense e Embaixadora da Paz, Maribel Barreto dará início a primeira conferência intitulada “Leitura e consciência: um diálogo transformador”.

Na sexta-feira, 29/11, serão aguardadas, a historiadora e professora titular da UERJ, Maria Teresa Toríbio; as especialistas em marketing digital, digital influencer e produção de conteúdo, Samara Barreto, Márcia Nunes e Calila Galvão; os escritores Raiana Soares e Aurélio Nery, que vão participar da mesa-redonda “É top ler e escrever” e os jornalistas e apresentadores de TV e rádio, Carla Araújo (Rádio Excelsior) e Judson Almeida (TV Sudoeste), que vão abordar o tema “Leitura para um Jornalismo de qualidade”.

A tão esperada participação internacional da IV Edição da Felisquié vai ficar por conta do escritor e dramaturgo africano Francis Biedi, que vai fazer a palestra às 19h30, “Literatura de Camarões, ontem e hoje”, tendo como tradutora Gloria Terra, que é também agente editorial e diretora geral do Projeto Entrelinhas, que será apresentado no evento.

Na manhã de sábado, 30/11, às 8h, o primeiro encontro da família Cauaçu será um dos destaques da Festa Internacional do Sertão de Jequié. Promovido pelo jornalista, escritor e autor do romance “Anésia Cauaçu”, Domingos Ailton, o encontro reunirá vários integrantes da família em uma mesa-redonda intitulada “Cauaçus – Uma história que a Bahia, o Brasil e o mundo precisa conhecer”.

A cineasta Carollini Assis, criadora do roteiro para TV e cinema inspirado no romance de Anésia Cauaçu, será a mediadora da mesa, que terá a participação de Mecias Kawassu; Omero Lima e Aroldo Lima, neto e bisneto de Alcina, irmã de Anésia Cauaçu; Virginia Fernandes e Melissa Ferreira, neta e bisneta de Augusto Cauaçu, cujo o assassinato foi o estopim para a entrada da família no cangaço.

Cem anos se passaram desde que os Cauaçus sofreram perseguição dos coronéis e das forças policiais do governo e se dispersaram para várias localidades do Brasil, dentre elas: Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. Alguns deles, inclusive, foram obrigados a mudar o sobrenome para conseguir sobreviver.

Ainda no sábado, a professora da UESB e curadora da Fligê, Ester Figueiredo vai falar sobre “Política do Livro, Leitura e Literatura na Bahia e no Brasil”; Ela dividirá à mesa com o deputado federal Waldenor Pereira Filho, relator da Lei do Livro e vice-presidente da Frente Parlamentar do Livro da Câmara dos Deputados.

No domingo, 1º/12, às 9h, os escritores Jocevado Santiago e Davi Nunes vão abrir os trabalhos com o tema “Devir e ancestralidade em poéticas negras”. Às 11h, a professora da UNEB e pesquisadora do tema “Educação em Prisões”, Kátia Barbosa fará a palestra “Leitura no Cárcere”.

Biografia de Irmã Dulce, um dos livros mais vendidos do país, será lançado na Felisquié

A Felisquié abrirá espaço para autores de livros de diversas temáticas, através do programa “Um dedo de prosa e poesia, uma ação do Projeto Páginas Formando Leitores do DCHL da UESB – Campus de Jequié”. Entre os lançamentos, teremos o livro “Patuá” da escritora Rosane Viana Jovelino e o livro plástico Bolha, do escritor e professor, Carvalho Neto.

Uma mesa-redonda reunirá no sábado à noite, 30/11, o representante das Obras sociais de Santa Dulce, o Frei João Paulo, e o autor da biografia “Irmã Dulce, a santa dos pobres”, escritor Graciliano Rocha. O livro, que está nas principais listas semanais dos livros mais vendidos do país, será lançado no final da sua apresentação. A revista Veja considerou a obra como “a mais completa biografia sobre a freira baiana.” Esse sucesso é resultado do trabalho de pesquisa do autor, que durante oito anos, analisou documentos encontrados no Brasil, nos Estados Unidos e na Itália.

Jequié, Cidade Sol

Localizada no sudoeste da Bahia, distante 360 km de Salvador, Jequié é a cidade natal de grandes nomes da cultura brasileira como Waly Salomão, Ana Cecília Costa e Zéu Brito. A “Cidade Sol” como é conhecida reúne talentos e histórias surpreendentes. É de Jequié, a primeira cangaceira do Brasil, a heroína Anésia Cauaçu, tema do romance do também jequieense Domingos Ailton. Similar a sua heroína, o jornalista, escritor e curador da Festa Literária Internacional de Jequié, também é um desbravador. Mesmo com todas as dificuldades encontradas, ele conseguiu reunir a atriz Ana Cecília Costa, a cineasta Carollini Assis e a jornalista Cristina Serra no lançamento da Felisquié em 4 de outubro na UESB. Ainda assim, enfrenta dificuldades para obter patrocínio das empresas, principalmente para comprar as passagens e pagar as hospedagens para os palestrantes convidados. O mais impressionante é que nenhum deles cobrou cachê de participação. “É tudo por amor à arte”, resume Domingos Ailton.

Em parceria com a empresa de comunicação Publicar News, a quarta edição da Felisquié é produzida pela Cotoxó Comunicação e Consultoria, editora da Revista Cotoxó, que também realiza o Encontro dos Contadores de História da Bahia e dos Escritores e Poetas do Território do Médio Rio das Contas.

SERVIÇO: Lançamento oficial da quarta edição da FELISQUIÉ – Festa Literária Internacional do Sertão de Jequié – “Eu giro para onde gira o sol”

QUANDO: De 28 de novembro, quinta-feira, às 19h a 1º de dezembro, domingo, às 12h

ONDE: Câmara dos Vereadores de Jequié. O evento é gratuito, mas há necessidade de inscrição prévia. Acesse o site http://felisquie.com.br/ e faça a sua inscrição

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO: Publicar News

DIGITAL INFLUENCER: Márcia Nunes @felisquié

INFORMAÇÕES À IMPRENSA: Domingos Ailton – WhatsApp: (73) 99855 4323

Programação Oficial

IVFESTA LITERÁRIA INTERNACIONAL DO SERTÃO DE JEQUIÉ

28 DE NOVEMBROQUINTA-FEIRA

19h Musical com Ana Vitória e Flaviane

19h30 Solenidade de Abertura

20h Conferência: Leitura e consciência, um diálogo transformador

Palestrante: Maribel Barreto, escritora, professora e Embaixadora da Paz

Mediação: Adilson Gomes, poeta e professor da UFRB

29 DE NOVEMBROSEXTA-FEIRA

8h Conferência: Leitura na América Latina

Palestrante: Maria Teresa Toríbio, historiadora e professora titular da UERJ

Mediadora: Giseli Novais, professora do IFBA/Jequié

9h30 Mesa-redonda: Leitura e Mídias Sociais

Palestrantes: Calila Galvão, especialista em produção de conteúdo; Márcia Nunes, empreendedora, social mídia e digital influencer; Samara Barreto, analista de sistema e consultora de mídias sociais

Mediadora: Evelli Pinheiro, fotógrafa

10h30 Homenagem a Pacífico Ribeiro

Tema: Pacífico Ribeiro: Um canto poético de amor a Jequié

Palestrantes: Araguaci Ribeiro, advogada; Anísio de Assis Filho, professor da UESB

Mediação: Elaine Teixeira Novaes, professora e presidente do Conselho Municipal de Educação.

14h “Top é ler e escrever”

Palestrantes: Raiana Soares, escritora e professora; Aurélio Nery, escritor e estudante do curso de Letras da UESB – Campus de Jequié

Mediadora: Letícia Araújo, escritora e aluna do curso de Letras da UESB- Campus de Jequié

15h Mesa-redonda: “Literatura de autoria feminina”

Palestrante: Adriana Abreu, professora da UESB

Mediação: Elane Nardotto, professora do IFBA

16h Homenagem ao jornalista e poeta Wilson Novais: “A singularidade do poeta e jornalista Wilson Novais”

Palestrantes: Wilson Novaes Junior, jornalista e radialista; Messiane de Jesus Santos, aluna do curso de Letras da UESB- Campus de Jequié

Mediação: Júlio Lucas, escritor, poeta e presidente da Academia de Letras de Jequié.

17h Mesa-redonda: “Leitura para um jornalismo de qualidade”

Palestrantes: Carla Araújo, jornalista; Judson Almeida, jornalista

Mediação: Raimundo Matos, professor, escritor, jornalista e articulista da Revista Cotoxó

18h Um dedo de prosa e poesia e lançamento de livros – Projeto Páginas Formando Leitores da UESB, Campus de Jequié

Lançamento: “Plástico bolha” de Carvalho Neto, escritor e professor

Lançamento: “O assassino dos números” de Marcio Nery, escritor e Prefeito do Campus de Jequié da UESB

Lançamento: “Democracia golpeada” de Luís Rogério Cosme, poeta e professor

Lançamento: “Alquimia das Palavras” de Dirlêi Bonfim, poeta, compositor e professor

Lançamento: “Diferencial da Favela – Dos contos as poesias de quebrada” de Sandro Sussuarana, poeta

Mediação: Ana Sayonara Fagundes Marcelo – Professora da UESB

19h “Projeto Entrelinhas”

Palestrante: Glória Terra, tradutora, agente editorial e diretora geral do Projeto Entrelinhas

 

19h30 Literatura de Camarões, ontem e hoje

Palestrante: Francis Biedi, escritor e dramaturgo

Mediação: Zilda Freitas, escritora e professora da UESB

 

30 DE NOVEMBRO – SÁBADO

8h Primeiro Encontro dos “Cauaçus – Uma história que a Bahia, o Brasil e o mundo precisam conhecer”

Família Cauaçu: Mecias Kawassu, empresário; Melissa Ferreira, Servidora Pública Federal; Virginia Fernandes, professora; Omero Lima, mestre de obras; Aroldo Lima, empresário

Comentários: Domingos Ailton, escritor, jornalista, professor, editor da revista Cotoxó e curador da Felisquié.

Mediação: Carollini Assis, jornalista e cineasta

 

9h Manhã de autógrafo do romance “Anésia Cauaçu”, de Domingos Ailton.

 

9h30 Mesa-redonda: Política do Livro, Leitura e Literatura na Bahia e no Brasil

Palestrantes: Ester Figueiredo, professora da UESB/ Vitória da Conquista e curadora da Fligê; Waldenor Pereira Filho, Vice- Presidente da Frente do Livro da Câmara dos Deputados e relator da Lei do Livro

Mediação: Elane Nardotto, professora do IFBA/Jequié

 

10h Palavras Libertárias: A Produção Poética de Heleusa Figueira Câmara

Palestrantes: Cristina Leilane, escritora e professora; Luziêt Fontenele, professora da UESB

Mediação: Maria Afonsina Matos, escritora e professora.

 

14h Homenagem a Glauber Rocha: entre filmes e livros

Palestrantes: Rogério Luiz Oliveira, professor da UESB

Mediação: Tiago Henrique, jornalista

 

15h Homenagem: O vinho abre caminho: Luís Cotrim, o cronista da cotidianidade de Jequié

Palestrantes: Eliana Cotrim, empresária; Ivonildo Calheira, escritor e médico; Domingos Ailton, escritor, jornalista, professor, editor da Revista Cotoxó e curador da Felisquié; Linda Froés, professora e empresária; Elane Nardotto, professora do IFBA

Mediação: Marcelo Jovem, empresário

 

17h Um dedo de prosa e poesia e lançamento de livros – Projeto Páginas Formando Leitores da UESB – Campus de Jequié

Lançamento: “Gayroto de programa: 5000 tons de sexo” de Valdeck Almeida de Jesus

Lançamento: “Patuá” de Rosane Viana Jovelino

Mediação: Marivone Borges, professora da UESB e coordenadora do Páginas Formando Leitores

 

19h Mesa-redonda: Irmã Dulce, a santa dos pobres

Palestrantes: Graciliano Rocha, escritor e jornalista; Frei João Paulo, representante das Obras Sociais de Irmã Dulce

Mediação: Domingos Ailton, escritor, jornalista, professor, editor da revista Cotoxó e curador da Felisquié.

 

20h30 Lançamento do livro “Irmã Dulce, a santa dos pobres”, de Graciliano Rocha.

 

 

1º DE DEZEMBRO, DOMINGO

9h Mesa de Conversa – Devir e ancestralidade em poéticas negras

Palestrantes: Jocevaldo Santiago, escritor; Davi Nunes, escritor

Mediação: Karla Carvalho, professora

 

10h Um dedo de prosa e poesia e lançamento de livros – Projeto Páginas Formando Leitores da UESB – Campus de Jequié

Lançamento: “Chama” – Antonio Ribeiro

Lançamento: “O Anjo” – Claudio Luiz

Lançamento: “Raízes: resgate ancestral” – Letícia Araújo

Mediação: Marivone Borges, professora da UESB

 

11h “Leituras no Cárcere”

Palestrante: Kátia Barbosa, professora UNEB, Campus I, Salvador

Mediação: Luziêt Fontenele, professora UESB, Campus de Jequié

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.