Escritor Valdeck Almeida faz palestra na ONU

valdeckO jornalista Valdeck Almeida de Jesus é um dos convidados de encontro que acontece na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, de 29 de novembro a 04 de dezembro, promovido pela Associação Internacional dos Poetas.
Poeta e escritor, Valdeck Almeida fará uma palestra sobre ‘A resiliência das minorias no Brasil’,  leitura de poemas e lançamento do livro ‘Poesias ao Vento: vinte poemas de amor e uma crônica desesperada’, com texto em português e espanhol, tradução da venezuelana Gladys Medía e revisão do poeta colombiano Júlio Bustos. A coletânea foi ilustrada pelo grafiteiro baiano Zezé Olukemi e relata uma paixão iniciada através de cartas que evoluiu para redes sociais e telefone, mas jamais se concretizou. “Este livro foi baseado em minha memórias afetivas, e atravessa mais de trinta anos de inspiração e desejo e, na verdade, a personagem principal é a fusão de duas pessoas. Uma morava em Uberlândia-MG e trocamos correspondências. A outra, mora em Salvador-BA, é natural de Uberlândia também, mas eu nunca a encontrei pessoalmente”, esclarece o poeta. Os textos refletem esse amor não concretizado, agora tornado público, mas a identidade das musas o poeta guarda em segredo.


Sobre a palestra, o jornalista adianta: ”Vou falar das minorias no Brasil, como se dá a resiliência, e farei uma abordagem sobre a violência simbólica e física que grupos minoritários sofrem aqui”. Será a estreia de Valdeck Ameida de Jesus na ONU, onde ele vai “aproveitar a oportunidade para falar também da resistência da poesia negra e periférica, que resiste, tem muita força, luta por autoestima, cidadania, contra extermínio da juventude negra, legalização do aborto, respeito às religiões de matriz africana etc”, aponta. Além da exposição artística, o jornalista será homenageado com uma medalha de honra ao mérito pela Associação de Poetas e pela ONU durante o evento.

Mecenas, ativista cultural, poeta, jornalista, editor, Valdeck Almeida de Jesus é membro do Conselho Diretivo do Plano Municipal do Livro, da Leitura e da Biblioteca (PMLLB) de Salvador-BA, membro-fundador do Projeto Fala Escritor e da União Baiana de Escritores (UBESC), participa das Academias de Letras de Jequié-BA, Teófilo Otoni-MG e outras, e circula por muitos saraus de poesia em Salvador, a exemplo do Sarau da Onça, Sarau da JACA – Juventude Ativista de Cajazeiras, Sarau da Paz, Sarau do Gheto e Sarau Enegrescência.

Programação – o encontro na ONU tem, ainda, participação da atriz carioca Rogéria Gomes, que vai palestrar sobre ‘9 Mulheres e o Teatro Brasileiro’ e ‘Pensando a Cultura no Século XXI’, o pós-doutor cabo-verdiano Antonio Andrade Lopes Tavares, com o tema ‘A Cultura da Paz da Multipolaridade’, além de uma grande quantidade de artistas renomados como a violonista Ana El Achkar, Grupo Roda de Bamba – Maculelê e Roda de Samba, violonista Marcelo Loureiro, Marcelo Fernandes e Ana Gaborim (voz e violão), Ismael Machado, Airton Reis, Aurineide de Alencar, Dorothy de Brito Steill, Terezinha Manczak, Betty Barcellos, Zélia Balbina Puri, Werner Daspet, Marisa Cajado, dentre outros.
A Associação Internacional de Poetas é uma entidade sul-mato-grossense criada em junho de 2010 por Delasnieve Daspet e que tem por objetivo principal aflorar a paz interior nas pessoas, através do culto, incremento à divulgação da cultura de todos os povos, sem quaisquer vinculações sectárias, filosóficas, políticas ou religiosas, de fins não econômicos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s