Laços literários entre Brasil e África no Dia Mundial do Escritor | Valdeck Almeida de Jesus

A UBESC – União Baiana de Escritores promove na sexta-feira (11/10/2019), das 18:30 às 21:30 horas, na Livraria Saraiva – Espaço Glauber Rocha, no Shopping da Bahia (Av. Tancredo Neves 148, Caminho das Árvores – Iguatemi Salvador/BAHIA-Brasil), encontro com o objetivo de comemorar o “Dia Mundial do Escritor”, com a temática abrangente da Literatura negra e da periferia, do Brasil e de África. É 0 que promete o seminário “Literatura Negra – Laços literários entre Brasil & África”.

O evento será mediado pelo jornalista e escritor Carlos Souza Yeshua (idealizador do Dicionário de Escritores Contemporâneos da Bahia), terá a participação da professora, crítica literária e escritora Jovina Souza, autora do livro de poesias negras “O amor não está” que trabalhará na abordagem de um dia de aprendizado no Quilombo mais antigo das Américas, o Quilombo que nunca foi vencido.

Ela que já tem trilhado territórios como África do Sul e Marrocos. E ainda, África como narrativa para uma identidade com a também professora, escritora e militante da UNEGRO Margarete Carvalho, autora do romance “Alma Cativa”, que abordará a Literatura negra a partir de uma perspectiva afro-fruturista, ela que fez a conexão Brasil-Tunísia-Estados Unidos recentemente.

O jornalista, escritor e editor da revista angolana de Literatura “Òmnira” Roberto Leal, autor de “Letras Pretas Cruas & Nuas – Poesias com Luta & Contos de amor” falará sobre a necessidade da garimpagem de novos talentos da Literatura africana de Língua Portuguesa, com o objetivo de resgatar o tempo perdido com o período escravocrata colonial, como também, o incentivo à leitura, como uma maneira de avançar na construção de uma educação mais avançada. Ele que tem um trabalho em países como: Angola. Cabo Verde, Guiné Bissau e Moçambique. E o jornalista, escritor e poeta Valdeck Almeida de Jesus, mais conhecido como  “O Rei dos Saraus”, organizador da antologia “Poéticas periféricas – novas vozes da poesia soteropolitana”, vai abordar a semelhança entre os temas que poetas utilizam em suas respectivas escritas, a partir de um caso concreto, o livro Brasil e África: laços poéticos, dos autores Dye Kassembe, Walter S, Eduardo Quive e Valdeck Almeida de Jesus… Falará ainda das experiências vividas no Salão do Livro de Genebra, Parlamento Internacional de Escritores da Colômbia, Encontro de Escritores do Chile e das Festas Literárias Internacionais de Jequié, Santo Estevão e Chapada Diamantina na divulgação da literatura negra e periférica. Valdeck é um representante da poesia brasileira na América Latina e Europa.

O evento é uma realização da UBESC – União Baiana de Escritores e revista angolana de Literatura “Òmnira”, com o apoio do site: Galinha Pulando, do Movimento Literário Kutanga/Angola e da Livraria Saraiva. Mais informações: +55 71 98736-9778 WhatsApp.

Fonte: ASCOM/Revista Òmnira

Foto: Banner/Divulgação

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.