Calão Minderico | Minde | Portugal

piacao3Piação do Ninhou – Linguagem  Comum 

António de Jesus e Silva , Augusto Porfírio Fragoso , Cid Manata Pires , Dr.Miguel Coelho dos Reis , José António de Carvalho , Prof. Abílio Madeira Martins , Tiago Madeira Martins , Vítor Manuel Coelho da Silva, 06-09-2013

CALÃO MINDERICO – PORTUGUÊS

Letra A

Abecê – Poucos ( são muito abecê = são muito
poucos )
Abobrar – Descansar
Abrilense – Cuco
Achega – Funcionário dos Correios ( mulher )
Migança ( homem )
nota : do apelido da primeira-chefe do
Correio de Minde
Adegueira – Vasilha ; pipa ( vid. Tavares )
Adueiro – Castanheiro ( vid. Tavares ; por dar
uma das madeiras mais usadas em aduelas
Agadanhar . Apanhar ; colher ; furtar
Agoirento – Mocho
Aguentas(Os…) – Os ombros
Albertinas – Bolachas
Aldeia Grande – Ourém
Aleluia – Pedra de grande peso ; tudo o que
represente peso
Alentejas – Azinhas
Alexandre – Coxo
Alexandrino – Fotógrafo
Alexandrinas – Fotografias( do nome de um fotógrafo que durante anos tirou fotos ” à la minuta ” na Feira de Sant’Ana
Alhandra(O de …) – O lume ; o fósforo ; uma fogueira – O de Alhandra preto=carvão
Alhoa – Praga ( Jordou pela d’el rei na piação da Alhoa = seguiu pela estrada a rogar pragas )
Alqueire ancho – Moio ; o equivalente a sessenta alqueires

Ver tudo:

http://minderico.net/artigo.asp?cod_artigo=123069

Site desactivado – em breve voltará ( Vítor Manuel Coelho da Silva )

PORTUGUÊS – CALÃO MINDERICO 

Letra A

Abelhas – Cereeiras
Abóbora – Pera do Cerrada
Abrantes – Terruja do Ex-La Salle
Abrunhos – Giesteiros
Acautelar- Atriar
Açúcar – Sal do Brasil
Adega – Classe do Mota
Adoecer – Cair de Giralda
Adubo – Batateiro
Água – Regatinha
Água benta – Regatinho santo
Aguardente – Maria Queimada ; trepadeira
Aguardente velha – Trepeira com barbas
Agulha – A do Calhas
Albarda – Uma do Zé Coutinho
Albardeiro – Zé Coutinho
Alcanena – Cabaça sem miolo
Alcobaça – A dos Bernardos
Aldeia – Terruja
Alentejo – Chaparral ; Trastagano
Alface – A do grilo
Alfaiate – Mestre Grosso
Alfinetes – Cabecinhos
Alforges – Beringéis
Alhos – Os de bico de pardal
Alicate – O do Chapeleiro
Alma – Biata do Tróia
Almeirim – Terruja dos Prudêncios
Almoço – Primeiro cavaleiro
Alpiarça – Terruja do Ameixa
Alqueire – O do lagar
Altar – Pedra d’era
Ameixas – Doentias
Amêndoas – As da Páscoa
Amigo – Carranchano
Amolador – Requixo
Amoras – Pretas
Ananás – Pinha de África
Ancinho – Garrancheiro
Andorinha – A do barro da lagoa
Anedota – A do coxo do covão
Animais – Os do Noé
Ano – Planeta ancho
Antigo – Ferro velho
Antiguidades – João Gordos
Ânus – Torquelho ; assassino
Apaixonado – António Forno
Apalermado – Samoucal
Apanhar – Agadanhar
Ar; aragem – Invísivel
Arado – Labrego
Aranhão – Tece-tece
Árbitro – Magriço
Areia – Jã Cebola
Arroba – Pesada
Arroz – Venezo
Arroz-doce – Venezo com sal do Brasil
Árvores de fruto – Mimosas
Autocarro – Um da América
Auto-estrada – Carreirancha
Automóvel – Andarilho
Automóvel de aluguer – Vaz Neto
Avarento – Zé Bonito
Avaria – Dideza
Avariado – Empiamado
Aveia – Leviana
Aves de capoeira – As do gaivo
Avião – Meira
Avó – Mouquinha
Avô – Mouquinho
Azambuja – a terruja do Quitó
Azeite – Grisol ; Vale da serra
Azeitonas – Granadeiras ; carochinhas ; negrinhasou negritas ; mães do Vale da Serra
Azenha – A do Poio
Azinhas – Alentejas

Letra B

Bacalhau – Navega
Baçago – Caroço do Grisol
Bagaço(enceradoiro) – Caroceiro do Grisol
Baile – O do Barreiros
Balança – Sabugueira
Balizas – Gateiras
Banda de música – A do André
Banho – Nazaré
Baptizar – Jordoar
Barba – A de Arraiolos na guia
Barbeiro – Zé Deodato
Barco – deslizador
Barraca – Baiúca
Barrete – Chavequeiro
Barriga – Atafona
Batatas – Balhelhas ; lampanas
Bêbedo – Emoteado
Beber – Gandir ; grunhir
Beijo – Chocho
Bens de raiz – Terrão-tanchão
Benzer-se – Cruzar-se
Besta de carga – Chincheiro ; jagodes
Bicicleta – Chincheira
Bife – João Cebola
Bigode – Rodapé ; Zé Pedro
Bilhete postal – Zegrego
Bispo – Francisco Vaz Ancho
Blog – Classe da Tati
Blogue – Classe da Tati
Blusa – Fústria
Boca – Tosadeira
Bocado – Tassalho
Bofetada – A didi da gâmbia
Bois – Morenos ; pasmados
Bola – Lica
Bolachas – Albertinas
Boleta – Porqueiras
Bolsa do dinheiro – Cordoeira
Bolsos – Estribos
Bom – Cópio
Bombeiros – Machadinhos
Bombo – O RãBonito – Cópio
Borboleta – Passamoira
Borracha para vinho – Santarena
Braços – Cruzeiros
Brincos – Os das Ciganas
Broa – Froina
Burro – Jacaré ; jagodes ; patarata ; tróia

Letra C

Cabaça para vinho – Santarena
Cabaz – O do Barreiro
Cabeça – Caturra ; chaveca ; torre
Cabelo – Curseiro ; o de Arraiolos
Cabra – Saltacatrepa ; barbaia
Cacete – Samoucal
Cadeia – A do gago ; vagarosa
Cadeira – A da CharnecaCafé(bebida) – João da Garota
Café(estabelecimento) – Chave de Ouro
Cafeteira – Jangorriana
Cajado – Samoucal
Cal – A das paredes
Calçado( de qualquer espécie, incluindo as ferraduras, menos os sapatos ) – Botins
Calças – Cardosas
Caldo – Filho da santinha ; Juliana do cinqueto
Calor – Cresta ou crestador
Caloteiro – Covanito
Caluda ! – Peniche ! ; ’touguia !
Cama – Giralda
Câmara Municipal de Alcanena – Torre do Vieira
Cambalhota – Saltinbanca
Camião – Um da América
Camisa ou camisola interior – Berlícua
Campo da bola – Pousio da lica
Canadá – País da parra
Canas – As dos foguetes
Canelos – Botins de pasmado ou de cabaneira
Caneta – A do Pinto Lopes
Cantar – Gargantear
Cântaro de barro – Cruz da Légua
Cão ou cadela – Modeio
Capa – Boloa
Capador – O covano da Benedita
Cara – Guia
Carapau – Pedrogueiro
Carapuço – Chavequeiro
Cardas – As do manco
Careca – Calvaria
Carnaval – Herói
Carne – Pelota
Carne de cabra – Saltacatrepa
Carne de porco – Vista baixa
Carne de borrego ou carneiro – Renhenhé
Carolo do milho – Carolino
Carpinteiro – Pitadas
Carrascos(mato) – Mouteiros
Carro de bois – Valalteiro
Carro de praça – Vaz Neto
Carroça – A do João Manso
Carta – Moinho da Fonte ; zegrega
Cartão – Zegrego
Cartas de jogar – As do Braga
Carteira – Cordoeira
Carteirista – Codoeiro ; mouteiro
Carteiro – Arriaga
Cartucho de caça – Canudo
Carvão – O de Alhandra preto
Casa(com determinada função) – Classe
Casaco – Mestre-régio
Casar – Emanar
Castanheiro – Adueiro ; maranhão ; maranhoeiro
Catecismo – Soletra da doutrina
Cautela ! – Peniche !
Cavacas – Fachineiras
Cavalo – Emproado ; tróia
Cavar – Polir a do Pai Adão
Cebolas – Choradeiras
Cego – O da guitarra
Ceifar – Marrecar
Ceiras de lagar – Monteiras
Cem(nota de… ) – Camila
Cemitério – Canto da Macaínha
Cenouras – Sezoeiras
Cera – Irmã do Florêncio
Cerejas – Gunilhas
Ceroulas – Cardosas de dentro ou de baixo
Cerveja – Babosa
Céu – Cimeiro
Cevada – Rabicha
Chá – Índio
Chamusca – Terra Branca
Chapéu – Jones
Chapéu de Senhora – Jóninho ; Jónico
Charuto – Comprido ; pandilha
Charuto (o do) – Lápis
Charrua – Labrego ; toupeira do ferreiro
Chatos(parasitas) – Passeantes ; galfarros
Chávena – Jangorriana didi
Cheio – Apiamado
Chorar – Ter os mirantes apiamados de regatinha
Chocolate – O das paridas
Chouriços – Linhas tintas
Chumbo – Paciência
Chuva – Regatinha
Cigano – Serafim ; Zé Maria
Cigarra – Cantista
Cigarro – Manefesse ; paivante
Cimento – O da Maceira
Cinco escudos – Meia rendosa
Cinquenta centimos(moeda) – Catrina
Cipreste – Macieiro do da Macaínha
Cirurgião – Inácio ; Totta ; Viegas
Cismático – Ambrósio
Cismar – Ambrosiar
Cobra – Zigue-zague
Coelho bravo – bravio
Coelhos mansos – Orelhudos
Coisa que não presta ou de pouco valor – Didi
Colete – Braçadeiro
Colher – Agadanhar
Comboio – Rinchão
Comer – Trilhar ; passar à tosadeira
Comer uma refeição – Cavaleirar
Comerciante – Rijo
Comida – Trilha
Compadre – O do Jordão
Compreender – Penetrar
Computador – Bruxo
Concelho – Canteiro
Concerto de Música – Antero
Confessar-se – Esgadelhar-se
Confissão(ir à) – Bonzar-se
Conseguir – Engenhar
Conterrâneo – Cardeta
Conto de réis – Gafar
Contribuição – Patente
Conversa – Piação ; piadeira
Conversa em calão – Piação à Modeia
Copo – O da Marinha
Corda -A das Cortes
Cordel – O das Cortes
Coreto – O do andré
Corno (marido atraiçoado) – Senhor António, azeiteiro
Correio(chefe ou funcionário) – Achega (mulher)- Migança (homem)
Corrente de Relógio – Barbela
Cortiça – A das rolhas
Corvo – Cuá cuá
Costas – Cortiços
Costureira – Paiela
Couves – Lambonas
Coveiro – Catorze
Coxo – Alexandre
Cozinhar – Atazanar
Craveiro – O da janela perfumada
Cravo – O da janela perfumada
Criada – Maria dois ; Mari sopa
Criança – Terraizinho
Cuco – Abrilense
Cuecas – Cardosas de dentro ou de baixo
Cunhado – Chegadinho ; ligadinho
Curandeiro – Inácio

Letra D

Damascos – Jinós
Dedos – Desiguais
Defecar – Enfigueirar
Dentes – Joões de Vali( Pessoa que tem hábito ou defeito andar com dentes á mostra = Favola )
Dentista – Clarimundo
Desastre – Cangalho
Descansar – Abobrar
Desejos – Fredericos
Desembolsar(dinheiro) – Desencordoar
Deus – Grande Juiz ; Treme Terras
Dez euros- 1 Rendosa. dez montantes
Dia – Planeta
Diabo – Malhado
Dinheiro – Neto
Dinheiro falso – Neto do Cocó da Mureta
Discurso – Pelancho
Distrito – Canteiro
Dívidas – As de Arlindo Pessoa( Estar em dívida = Estar em Arlindo Pessoa )
Dizer – Piar
Dizer asneiras – Piar didi
Doação – Maria Bogalheira
Doce – Beterraba( Arroz doce = Venezo com beterraba )
Dócil – Chão da Mata
Documento – Moinho da Fonte
Doença – Dideza
Doença de pele – Ana Maria ; Maria Teresa
Doente – Empiamado ; didi
Domingo – Manuel das Festas
Dormir – Tarrantar
Dorna – Adueira aberta

Letra E

Eira – Ciranda ancha
Electricidade – A de Nisa
Embebedar – Emotear
Enchidos – Linhas tintas
Encomendas – Brizas
Enganar – Enricar
Entender o que se diz – Penetrar
Entrudo – Herói
Entusiasmo – ter entusiasmo por … Ser António Forno de …
Enxada – A do Pai Adão
Enxertador – Pé leve
Enxertar – Pelevar
Enxovalhado – Galhurdo
Épocas – Passos
Erisipela – Maria Teresa
Ervilhas – Ventosas
Escada -(móvel ou fixa) – A da torre
Escrever – Gambiar a do Pinto Lopes
Euro(moeda) – Montante
Espanha – País palhoto
Espelho – Marinha de mirantar
Espingarda – A do risota
Espírito – Biata do Tróia
Esquecido ; esquecimento – Gualdino ; Torrinha
Estádio – Cerco da lica
Estados Unidos – País das Estrelas
Esteira – A dos caniços
Esterco – Batateiro
Estômago – Atafona da trilha
Estradas – As d’el rei
Estrelas – Espreitadelas ; luminárias
Estrume – Batateiro
Eucaliptos -Os do Justino Guedes
Evacuar – Enfigueirar
Evangelho – Soletra da latina
Excursão – Mané Bica

Letra F

Fabricar – Emanar
Faca – A do Isaac
Falar – Piar
Falar animadamente – Dar à piadeira
Falta de … – Ardença
Farelos – Bôrra do cinqueto
Farmacêutico – Zé Borges
Farmácia – A do Calado
Farto – Cópio
Fátima – Cova do Azinhal
Favas- Natárias
Favas em verde – Moucas
Fazendo(peça de …) – Peça de Joaquim Brincheiro
Fazendas – Estendidas ; terrão-tanchão

fazer amor – taxear, jordar uma taxeadela
Fazer – Jordar ( O verbo jordar traduz muitos outros verbos , como gasta : gastar , despejar , adquirir , desperdiçar , lançar , atirar , pôr , etc …)
Fechadura – A do serralheiro
Feijões – Capazinhos
Feira – Sant’Ana
Feno – Mouteiro
Ferraduras – Borins de chincheiro
Ferrador – Zé Flores
Ferreiro – Chavinha
Ferro – Nery
Fezes – Figueira regal
Fiambre – Genro da Bia à marialva
Figos – Lútaros
Filho – Ladino
Filho pequeno – Terraizinho
Fogo – O de Alhandra
Fogueira – A de Alhandra
Foguetes – Frazões
Foice – Marreca
Fome – Âmbria : ardença
Forcado – Diabo
Formigas – Celeireiras ; gado sem cabelo
Forquilha – Diaba
Forreta – Zé Bonito
Fósforo – O de Alhandra
Fotocópia – Igualada
Fotografias – Alexandrinas
Fotógrafo – Alexandrino
Fraco – Empiamado
França – País da Joana
Frango – O do gaivo : o da Matilde
Freguesia – Canteiro
Frio – Arrepia
Frutos – Mimosos
Fugir – Dar ás do João das Penhas
Fumo – Bispo
Furtar – Agadanhar ; enricar

Letra G

Gafanhoto – Pateiro
Gaita de foles – Renhomnhom
Galinha;Galo – A do gaivo
Ganância – Francisca Loba
Ganhar – Engenhar
Ganho – Engenho
Garoto(com sentido depreciativo) – Ganilho
Garrafa – Uma da amora
Gasolina – A das corridas
Gato – Sequeiro
Gatunos – Palhinhas ; mouteiros
Geada – Brancana
Gelo – Arrepia
Genro – Patarraz da ladina
Golegã – Terruja de S.Martinho
Gostar – Ser António Forno
Guarda chuva ou guarda sol – Requicho
Guardanapos – Os do chá-café
Grade de lavoura – Arrojadeira
Grande – Ancho
Grande número – Catrefa (deturpação de caterva)
Grãos – Gravanços
Grãos de bico ou outros – Macovilhos
Grato – Lince
Gravata – Marialva
Graxa – A preta dos balões
Grelos – Os do Luís
Grilo – Cantista alfaceiro

Letra H

Habitação – Baiúca
Helicóptero – Peneireiro
Homem – Covano
Homem atarracado e gordo – Patarraz
Homem sem palavra – Regatinho
Horas – As do Bandarra
Hortaliça(em geral) – Penedo verde ; lambona

Letra I

Idiota – Chucalabuca
Igreja – Catraia
Importante – Ancho ; cópio
Inspecção militar – A das correias
Inspector – Baracho ancho
Interesse – Engenho
Inveja – Sexta
Irmãos – Ramos figueiros

Letra J

Janela – Clareira
Jaqueta – Covanita
Joeira – A do espanhol
Joelhos – Coçadores
Jogadores – Façanas
Jóia – Patente
Jornal – Moinho da Fonte
Jornal diário – Planetário
Jornal de Minde – Famoso
Juíz de direito – Jan Coelho
Junta – A do Choane(edifício da Junta=Classe ou cartuxa do Choane)
Justiça – Jan Coelho(ir para a justiça=ir para a Jan Coelho)

Letra L

Lã – A de arraiolos
Laço – Marialva
Lagaragem das uvas – A das Cortes
Lagarto – Sarapintado
Lago ; lagoa – Verdelho
Lápis – O do charuto
Laranjas – Chinesas
Largo – Ancho
Lebres – Espertas
Légua – A da Póvoa
Leiria – Casal Médio de Cima
Leis – Mandatárias
Leitão – Vista baixa de poucas sestas
Leite – Brancano
Lenço – Vista Alegre
Lenço de assoar – Cinco pontas
Lenha – Vale do Porco
Libra – Loura
Língua – Badelo
Linguagem – Piação ; piadeira
Linhas de costura – As do carrinho
Lisboa – Casal Grande
Litro – Goso ; o da Nené
Livro – Soletra
Loja – A da Marroa ; baiúca
Lojista – RijoLonge – Légua da Póvoa
Louça – A do Cego Ferreira
Louça de barro vermelho – A d’Argem
Louça de mesa – A do Juncal
Louro – A folha da frigideira
Lua – A do paveia ; Madrinha do Céu(para as crianças)
Lucrar – Engenhar
Lucro – Engenho
Lume – O de Alhandra
Luvas – Cobre gâmbias
Luz – Borboleta
Luz eléctica – Borboleta de Nisa

Letra M

Maçador – Moitadervo ; Zaire
Macarrão – Cinqueto furado
Maçã – Manecas ; redondinhas ;as dos coutos
Machada – Parisal
Macho – Chincheiro
Madrinha – Mérinha
Mãe – Videira
Malhas de vestir – Façulas
Mandrião – Pipas
Manso ; dado à boa paz – Chão da Mata
Mantas – Menízias
Manteiga – Maloia
Mantilha de Senhora – Dona Amélia
Mãos – Gâmbias
Maquia – Engenho
Máquinas – Traquinas
Máquina de costura – A da malteza
Mar – Verdelho Ancho
Marchante – Marcos da Umbelina
Maricas – Sainhas ; saneta ; elias
Marinheiro – Caçarula
Mariscos – Marialvas do verdelho ancho
Marmelada – A dos cabeçudos
Marmelos – Cabeçudos
Marreca – Maria dos Casais
Martelo – Bate-bate
Massa tubular – Cinqueto furado
Matar – Escadeirar ; espadilhar
Mato – Serradaire
Mato curto – Mouteiro
Médico – Inácio ; Totta ; Viegas
Medronhos – Os do Curral da Pia
Meias – Perneiras
Mel – Florêncio
Melancias – Pataieiras
Melões – Campinos
Menino Jesus – Terraizinho Judaico
Mentira – Bodelha
Mês – Quadrazal
Mesa – A do Casal farto ; a da Charneca ; a de Boleiros
Mesquinho – Teodorinho(faz-se teodorinho=faz-se pouco ou pequeno)
Mestre ou Regente de uma Banda – André
Metro de madeira inteiriço – Samoucal da chita
Mil euros – Gafar
Milho – Zaburro ; froina
Militar – Amarino ; o do pré
Minde – Ninhou
Minderico(natural de Minde) – Charal(plural=charais ou charales)
Minhocas – As do anzol
Ministro – Penostra
Mira de Aire – Terruja de Santo Estêvão
Missa – Latina
Mobília de pinho – A do Casal Farto ; a da Charneca
Mocho – Agoirento
Moda(passar de moda) – Cair no antigo
Modista – Paiela
Moinho de vento – Zé Dias
Moio – Alqueire ancho
Moleiro – O Joaquinola
Momento – Gertrudes Conchego
Monte de pedras – Caramouço
Morangos – Os do Padre João Vaz
Morcego – Voador da fusca
Morrer – Encolher os mirantes ; escadeirar
Mós de Moinho – Doidas
Moscas – Bailadeiras ; bogalhões
Mota – Pirota ancha
Motorizada – Pirota
Mudo – Irmão do Kiki(ou Quiqui)
Multas – Patentes
Mundo – Pai da Vida

Letra N

Nabos – Rendeiros da cerrada
Nádegas – Bailadeiras
Namorar – Jordar a piação com um terraizinho ou uma terraizinha
Nariz – Talhamar
Nascente – Catalaga
Nascer – Mirantar a borboleta
Natal -Terraizinho Judaico
Navalha – A do Isaac
Nazaré – A do D.Fuas Roupinho( ou a do D.Fuas)
Necessidade – Ardença
Negociante – Mané Boticário
Negócio – Remexido
Nêsperas – Amarelas da ribeira
Netos – Patitas
Neve – Brancana
Nevoeiro – Santa Marta
Noite – Fusca
Nora – Covana do ladino
Nora(de tirar água) – Ronca
Notário – Baracho
Nozes – Cascalheiras
Nuvens – Carrancudas

Letra O

Ocasiões – Passos
Óculos – Mirantes ( Mirantes são também os habitantes ou naturais de mira de Aire )
Oliveiras – Mães do Vale da Serra
Ombros – Aguentas
Opulento – Cópio
Orelhas – Caçoas
Osso – O do modeio
Ourém – Aldeia Grande
Ovelha – Renhenhé
Ovos – Galízios

Letra P

Pá – A do forno
Paciência – Caldeirada
Pacífico(pessoa) – Chão da mata
Padeiro – O Joaquinola
Padre – Francisco Vaz
Padrinho – Jordoeiro
Pagar – Desencordoar ; jordar o neto
Pai – Videiro
Panela – A do Balela
Panela de barro – A d’Argem
Pão de Trigo – Cinqueto ; folha da costa
Papa – Francisco Vaz Superior ou Francisco Vaz de Roma
Papagaio – O do Padre Faria
Papel – Moinho da Fonte
Papoilas – Maias
Parabéns – Paracópios
Pardinha – Polícia ; guarda
Pardinha ancho ou penostra – Chefe da Políca
Parente – Lilu
Pároco de Minde – Estevães do Ninhou
Parteira – Catalaga ; Maria Amélia Chavinha
Parvo – Chucalabuca ; basilinha ; samoucal
Páscoa – A do folar
Pássaros(de arribação) – Espanhois
Passeio – Mané Bica
Pateta – Basilinha
Patos – Torrinhos
Pátria – A(terruja) do Camões, Jardim de Camões
Patrício – Cardeta
Pau – Samoucal
Pecado – Gadelhudo
Pedra – A de Santo Estêvão
Pedra(de grande peso) – Pedra de aleluia
Pedraço – Camareta
Pedrada … andar à pedrada ; atirar pedras -Andar à camareta
Pedreiro – Quincas
Peixe(em geral) – Navega
Pelo – O de Arraiolos
Peneira – Transparente do cinqueto
Pénis – Mané Sousa
Pernes – Sant’Ana das filhozes
Pensar – Ambrosiar
Pensativo – Ambrósio
Pepinos – Ensonsos
Pequeno – Didi
Peras – Cabaças
Perceber – Penetrar
Percevejo – Tio da Narcisa
Perdiz – Voadeira
Pernas – Santamaras ; as do João das Penhas
Peru – Gaivo do Natal
Pés – Catronhos
Pescoço – Frageleiro
Pêssegos – Reboliços
Peso( o que representa peso) – Aleluia
Pessoa – Covano ou covana
Petróleo – O cheira mal
Peúgas – Perneiras
Pevides torradas – Maceirinhas
Pião – O da cordinha
Pimenta – A espirra
Pimentos – Engelhados
Pincel – O de Monsanto
Pinheiros – Charnequeiros
Pinhões – Os de barbas
Pintor(de construção) – Zé Canino
Pintor (artista) – Zé Meira
Piolhos – Galfarros
Pipa – Adegueira ; a do Tavares
Pneus – Balões de andarilho
Pobretana – Zé das Navalhas
Poço – O do oiteiro
Podão – António Ferreira
Podar – Ferreirar
Põe-te a nadar ! – Jorda !
Pólvora – A do rastilho
Pombos – Engomados
Ponte – Furada
Pontual – Lince
Porção – Tassalho
Porco – Vista baixa
Porta – Couceira ; a do lérias ; guarda das d’el rei
Postal – Zegrego
Porto – Segundo Casal Grande
Porto de Mós – Pátria dos lagartos
Portugal – Terruja do Camões ; Jardim do Camões
Pouco – AbêcêPouco tempo – Gertrudes Conchego
Povoação – Terruja
Praça de touros – Cerco dos morenos ariscos
Praga – Alhoa
Pregos – espetas
Preparar – Atazanar ; emanar
Presidente – Penostra
Presidente da República – Penostra de Belém
Primeiro Ministro – Penostra de S. Bento
Presunto – Genro da Bia ; santamaro de vista baixa
Primeira comunhão – Primeira de Cristo
Primo – Risota ; lilu
Prisão – A do gago ; vagarosa
Procuração – Zé Genoa
Professor – Touquim ; Costa Ferreira
Propriedades – Estendidas ; terrão-tanchão
Prostitutas – Canhoas ; Cristinas ; Engrácias
Pulga – Salteadora
Púlpito – O de Belém
Prostituta – Canhoa ; Cristina ; Engrácia

Letra Q

Quartel – Cartuxa
Quartel dos Bombeiros – Cartuxa dos machadinhos
Queda – Saltimbanca
Queijo – Marco da Portela
Queixo – Tosadeiro
Quilo(peso de) – Caranguejo
Quilómetros – Extensos
Quinhentos euros- Meio gafar

Letra R

Rã – A do lagoeiro
Rabanetes – Os do emoteado
Rádio – Galeno
RTP ( Radiotelevisão) – Torre de Monsanto
Raios – Beijos de Leoa
Ralhar – Bater a piação
Raposa – Manhosa
Rebuçado – O Pontevedra
Refeição – Cavaleiro
Refrigerantes – Os do Areeiro
Rei – Penostra
Relação Sexual – Taxear ; taxeadela
Relêgo – Passagem
Relógio – Bandarra
Relógio(de bolso ou de pulso) – Caranguejo
Repartição – Classe
Repolho – Penedo verde
República – Mamalhuda
Residência – Parreiral
Rio – Verdelho
Rir (mostrando os dentes) – Arreganhar a pinhoada ; arreganhar a taxa
Rolha – A engomada d’Arroios
Romã – A dos coutos encarnadinha
Rosto – Guia
Roubar – Enricar ; fazer cardenho
Roubo – Cardenho
Ruas – As d’el rei
Ruim – Didi

Letra S

Sabão – O da Maria Gralha
Sachar – Lobar
Sacho – Compadre Zé
Sacramentar-se – Bonzar-se
Sacristão – Sana
Sai ! – Jorda !
Saias – Bailadeiras
Sair – Colar
Sal – Mareiro
Salsa – A da morcela
Sangue – O da morcela
Santarém – Casal Médio
Sapateiro – Catrofo ou lacatrofo
Sapatos – Balões
Sapatos de trança – Camochos
Sapo – Salteador
Sujo – Galhurdo ; Maria Joaquina Sagalha
Sardinha – Cabiçalva
Saudável – Terrantês
Saúde – Maqueda
Segredo – Ilhéu
Seios – Carrasquinhas ; greguilhas ; pataieiras
Semana – Sesta
Semana Santa – Sesta canonizada
Semear – Lançar à gâmbia
Sêmeas – Bôrra do cinqueto
Serena – Vulva
Sermão – Pelancho
Serrador – Brasileiro
Silêncio ! – Peniche ! ; ‘ touguia !
Sina – A das ciganas
Sinos – Os de Alvaiázere ; brogueiros
Sogra – Rodilha
Sol – Cresta
Somítico – Zé Bonito
Sopa – Filha da Santinha ; Juliana do cinqueto
Surdo – Ronquinho
Suspensórios – Ourelos


Letra T

Taberna – A da covanita ; baiúca
Tabuleiros – Os de Tomar
Tacho(de barro) – O d’Argem
Tamancos – Camochos
Tambor – O Rã
Táxi – Vaz Neto
Telefone – Xambel
Televisão – Figurona do Mindinho
Telha – A da Cruz da Légua
Tempos – Passos
Terra( aldeia,vila ou cidade) – Terrujem
Terra que se cultiva – A dos sete palmos ; terruja
Terras das Beiras – Terrujas do achim
Tesoura – A da Tosa
Testa – Mioleira
Testemunha – José Balela ; José Banha
Testículos – Teodosos
Tijolo – O da chaminé
Tinta – Borra
Tio – Tinoco
Toalha – A do linho
Tomates – Teodosos da horta
Tordos – Espanhóis
Toros para queimar – Fusqueiros
Torres Novas – Santiago dos Cavaleiros
Tosquiador – Joca
Touros – Morenos ariscos
Trabalhar – Engenhar
Trabalho – Engenho
Trambolhão – Saltimbanca
Tranqueta – A do serralheiro
Traseiro – Torquelho
Tremoços – Canizes ; chocalheiros
Tribunal – Dragão
Trigo – Folha da costa
Tripas – As da atafona do Porto
Trovoada – Leoa
Trovões – Beijos de leoa
Trouxa – Chucalabuca ; basilinha


Letra U


Unhas – Arranhadoras da gâmbia
Urinar – Regatinhar
Uvas – Brinçaleiras


Letra V

Vaca – Cabaneira
Vagina – Teresa da Gaga ; Regueira de Vale Milheiro ; linquetas; serena
Varas de lagar de azeite – Bagaceiras
Varejar azeitona – Cacetar
Vasilha para vinho – Adegueira ; a do Tavares
Vassoura – A de Monsanto
Vela de cera – A de Monsanto
Velho – Antigo ( fazer-se velho = cair no antigo)
Vento – Invísivel
Ver – Mirantar
Vespas – As do ferrão
Viagem – Mané Bica
Vides – Varas de cepa torta
Vidro – O da marinha
Vinagre – Zé Azedo
Vindimar – Brinçalar
Vinho – Filho da Matilde ; mota ; maltezão
Vinte – São MamedeVinte euros – Uma de São Mamede
Virgindade(sinal de …) Três escamas
Visitas – Varejeiras
Vizinhança – Palhoteira
Vizinho – Palhoto
Votos -Fredericos
Vulva – Regueira de val milheiro ; linquetas ; Teresa da Gaga

Letras K, X e Z não contêm vocábulos [11-12-2001] | Língua Minderica | Minde | Portugal

Carlos Amoroso, Vítor Manuel Coelho da Silva

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.