GALILEU GALILEI | Biografia | Wikipédia

Galileo di Vincenzo Bonaulti de Galilei, mais conhecido como Galileu Galilei (Pisa, 15 de fevereiro de 1564 — Florença, 8 de janeiro de 1642), foi um astrônomofísico e engenheiro florentino, às vezes descrito como polímata.[2] Com frequência é referenciado como “pai da astronomia observacional”,[3] “pai da física moderna”,[4][5] “pai do método científico[6] e “pai da ciência moderna“.[7]

Galileu estudou o princípio da relatividade e fenômenos como a rapidez e a velocidade, a gravidade e a queda livre, a inércia e o movimento de projéteis, mas também trabalhou em ciência e tecnologia aplicadas. Nesse âmbito, ele descreveu as propriedades de pêndulos e “balanços hidrostáticos“, inventou o termoscópio e várias bússolas militares, e usou o telescópio para observações científicas de objetos celestes. Suas contribuições à astronomia observacional incluem a confirmação visual das fases de Vênus, a observação dos quatro maiores satélites de Júpiter, a observação dos anéis de Saturno e a análise das manchas solares.

A defesa de Galileu do heliocentrismo e do copernicanismo foi controversa durante sua vida, quando a maioria adotava modelos geocêntricos, como o sistema ticônico.[8] Ele encontrou a oposição de astrônomos, que duvidavam do heliocentrismo por conta da ausência da observação de uma paralaxe estelar.[8] O assunto foi investigado pela Inquisição Romana em 1615, que concluiu que o heliocentrismo era “tolo e absurdo em filosofia e formalmente herético, pois contradiz explicitamente em muitos lugares o sentido da Sagrada Escritura”.[8][9][10]

Mais tarde, Galileu defendeu suas opiniões no Diálogo sobre os Dois Principais Sistemas Mundiais (1632), que parecia atacar o papa Urbano VIII e, assim, alienou-o dos jesuítas, que até então o haviam apoiado.[8] Foi julgado pela Inquisição, considerado “veementemente suspeito de heresia” e forçado a se retratar, e passou o resto de sua vida em prisão domiciliar.[11][12] Enquanto estava preso, escreveu a obra Duas Novas Ciências, na qual resumiu o trabalho feito, cerca de quarenta anos antes, nas duas ciências atualmente designadas cinemática e força dos materiais.[13]

Início da vida e família

Galileu nasceu em Pisa, então parte do Ducado de Florença, na Península Itálica, em 15 de fevereiro de 1564,[14] como o primeiro dos seis filhos de Vincenzo Galilei, um lutenista, compositor e teórico musical, e Giulia (née Ammannati), que se haviam casado em 1562. Galileu tornou-se um lutenista talentoso e, desde cedo, teria aprendido com o pai um ceticismo em relação às autoridades estabelecidas.[15]

Quando Galileu Galilei tinha oito anos, sua família se mudou para Florença, mas ele ficou com um tutor, Jacopo Borghini, por dois anos. Ele foi educado de 1575 a 1578 na Abadia de Vallombrosa, a cerca de trinta quilômetros ao sudeste de Florença.[16]

Nome

Galileu costumava referir-se a si mesmo apenas pelo seu primeiro nome. Na época, os sobrenomes eram opcionais na Itália, e seu nome próprio tinha a mesma origem que seu nome de família, Galilei. Esse seu sobrenome deriva, em última análise, de um ancestral, Galileo Bonaiuti, um importante médico, professor e político em Florença no século XV.[17][18] Galileu Bonaiuti foi enterrado na Basílica de Santa Cruz, em Florença, a mesma igreja onde, cerca de duzentos anos mais tarde, seu descendente mais famoso, Galileu Galilei, também foi enterrado.[19]

Quando referia-se a si mesmo com mais de um nome, por vezes o fazia com o nome “Galileo Galilei Linceo”, uma referência à Academia de Lincei, uma organização pró-ciência de elite na Itália, da qual era membro. Era comum as famílias da Toscana de meados do século XVI nomearem o filho mais velho com o sobrenome dos pais.[20] Portanto, Galileu Galilei não recebeu necessariamente o nome de seu ancestral Galileo Bonaiuti. O nome italiano masculino “Galileu” (daí o sobrenome “Galilei”) deriva do latim “Galilæus”, que significa “Galiléia“, uma região biblicamente significativa no norte de Israel.[21][17]

As raízes bíblicas do nome e sobrenome de Galileu se tornariam objeto de um famoso trocadilho.[22] Em 1614, durante o caso Galileu, um dos oponentes de Galileu, o padre dominicano Tommaso Caccini, proferiu contra Galileu um sermão controverso e influente em que citou o versículo bíblico de Atos 1:11: “Vocês, homens da Galileia, por que estão olhando para o céu?”.[23]

Filhos

Apesar de ter sido um devoto católico romano,[24] Galileu foi pai de três filhos fora do casamento, com Marina Gamba. Eles tiveram duas filhas, Virginia (nascida em 1600) e Livia (nascida em 1601), e um filho, Vincenzo (nascido em 1606).[25]

Por causa de seu nascimento ilegítimo, o pai considerou que as meninas jamais conseguiriam se casar, e que potencialmente elas seriam pivô de problemas – na forma da necessidade de apoio financeiro contínuo ou de dotes proibitivamente caros – semelhantemente aos extensos problemas financeiros que Galileu experimentou com duas de suas irmãs.[26] Logo, sua única alternativa viável era a vida religiosa. As duas meninas foram aceitas pelo convento de San Matteo, em Arcetri, e permaneceram lá pelo resto de suas vidas.[27]

Virginia recebeu o nome de Maria Celeste ao entrar no convento. Ela morreu em 2 de abril de 1634 e está enterrada com Galileu na Basílica de Santa Cruz. Lívia adotou o nome de Arcangela e viveu doente a maior parte de sua vida. Mais tarde, Vincenzo foi legitimado como herdeiro legal de Galileu e casou-se com Sestilia Bocchineri.[28]

Embora Galileu tenha considerado seriamente o sacerdócio quando jovem, a pedido de seu pai ele se matriculou, em 1580, na Universidade de Pisa para obter um diploma de medicina.[29] Em 1581, quando estava estudando medicina, ele notou um candelabro oscilante, que, empurrado por correntes de ar, balançava em arcos ora maiores, ora menores. Em comparação com o seu próprio batimento cardíaco, parecia a ele que o lustre levava a mesma quantidade de tempo para girar para frente e para trás, não importando o quão longe estivesse balançando. Quando voltou para casa, montou dois pêndulos de igual comprimento e balançou um com uma grande amplitude e o outro com um pequeno alcance e descobriu que eles oscilavam em sincronia. Não foi até o trabalho de Christiaan Huygens, quase cem anos depois, que a natureza tautocrônica de um pêndulo oscilante foi usada para criar um relógio preciso.[30] Até esse ponto, Galileu havia sido deliberadamente mantido longe da matemática, pois um médico tinha uma renda mais alta que um matemático. No entanto, depois de assistir acidentalmente a uma palestra sobre geometria, ele convenceu seu relutante pai a deixá-lo estudar matemática e filosofia natural em vez de medicina. Ele criou um termoscópio, um precursor do termômetro, e, em 1586, publicou um pequeno livro sobre o projeto de uma balança hidrostática que ele havia inventado (o que o levou à atenção do mundo acadêmico). Galileu também estudou disegno, um termo que englobava belas artes e, em 1588, obteve o cargo de instrutor na Accademia delle Arti del Disegno, em Florença, ensinando perspectiva e chiaroscuro. Inspirado na tradição artística da cidade e nas obras dos artistas renascentistas, Galileu adquiriu uma mentalidade estética. Enquanto jovem professor na Accademia, iniciou uma amizade, que carregaria para o resto da vida, com o pintor florentino Cigoli, que incluiu as observações lunares de Galileu em uma de suas pinturas.[31][32]

Em 1589, ele foi nomeado para a cátedra de matemática em Pisa. Em 1591, seu pai morreu e ele foi encarregado dos cuidados de seu irmão mais novo, Michelagnolo. Em 1592, ele se mudou para a Universidade de Pádua, onde ensinou geometria, mecânica e astronomia até 1610.[33] Durante esse período, Galileu fez descobertas significativas tanto em pesquisa fundamental (por exemplo, na cinemática do movimento e na astronomia), quanto em ciência aplicada (por exemplo, resistência dos materiais e como pioneiro do telescópio). Seus múltiplos interesses incluíam o estudo da astrologia, que na época era uma disciplina ligada aos estudos de matemática e astronomia.[34]

CONTINUAÇÃO

https://pt.wikipedia.org/wiki/Galileu_Galilei

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.