JOÃO PAULO II – ESTOU MUITO NAS MÃOS DE DEUS

joc3a3o-paulo-ii_pr-1

A partir da primeira afirmação decisiva «Estou muito nas mãos de Deus», até a reflexão de que «O tempo está cumprido», e o último Deo gratias (Graças a Deus), acompanhamos Karol Wojtyla – João Paulo II – em momentos-chave da sua vida e ministério.

 

Em dois cadernos modestos encontramos as suas questões pessoais mais importantes, as meditações e orações profundas e comoventes, que estabelecem o ritmo do dia-a-dia. Mas há também as entradas que são uma prova da preocupação com os próximos – amigos, colaboradores – e com a Igreja confiada a ele.

Estes apontamentos, apesar de registarem os momentos particulares, vão mais além da vida de João Paulo II, transportando-nos para onde o humano e o divino se juntam numa dimensão da santidade.

Estas notas pessoais de João Paulo II despertaram um enorme interesse desde o momento da sua morte.

No seu testamento, o papa deixou instruções para que fossem queimadas pelo Pe. Stanisław Dziwisz, o seu secretário e pessoa mais próxima, que o acompanhou por mais de 40 anos no seu ministério episcopal e papal em Cracóvia e Roma.

Devido ao seu respeito por João Paulo II, o actual metropólia de Cracóvia não destruiu todos os apontamentos, e apresentou-as à Congregação para as Causas dos Santos, para poderem ser examinadas no processo da beatificação.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.