Operação Negócios Privados, de Paulo Reis

Op_Neg_Privados_PR«Durante cerca de uma hora, Pedro Baltazar e Jorge Oliveira debruçaram-se sobre os segredos do Grupo Privado de Negócios. À medida que a informação ia correndo, o Velho foi-se apercebendo da verdadeira dimensão e poder do grupo. Quando Jorge Oliveira lhe explicou os detalhes do arranque do grupo, concluiu que havia ali algo de profundamente estranho.»

Pedro Baltazar, o Velho, como é conhecido nos meios da secreta, tem contas antigas a ajustar com a verdade. Mas hoje, a verdade esconde-se de tantas maneiras, e sob tantas camadas de informação cuidadosamente injectada, que parece impossível sequer de localizar.

Desde a operação em curso às ramificações do fundamentalismo islâmico que actua em Portugal, à «toupeira» a que é preciso dar caça dentro dos próprios Serviços de Segurança e Informação, o Velho é posto à prova em várias direcções.

Até o polvo da alta finança, que domina por completo políticos e jornalistas – e logo a «realidade» que nos é servida –, vem requerer os seus serviços, na pessoa do Dr. Hansen, impecável representante da Fundação Reflectir Portugal, fachada do Grupo Privado de Negócios, fachada, por sua vez, dos donos de todos nós…

Sobre o autor
Paulo Reis nasceu em 1957, em Angola, e veio para Portugal em 1975, quando a guerra civil na antiga colónia portuguesa se generalizou. Em 1981 concorreu a um lugar de estagiário no semanário
Tempo e começou aí a sua carreira jornalística, que se transferiu, dois anos depois, para a Rádio Renascença. Entretanto, integrou a lista, presidida por José Pedro Castanheira, eleita para a Direcção do Sindicato dos Jornalistas em 1986.
Nesse mesmo ano, deixa o jornalismo e aceita um convite para ir trabalhar para Macau, para o Gabinete de Comunicação Social, com funções de assessoria de Imprensa. Funções que abandona em 1991, regressando ao jornalismo como director de um jornal diário, a Gazeta Macaense.
Em 1997 vem de novo para Portugal e trabalha n’A Capital e no semanário O Independente, de onde sai em 2004 para trabalhar como freelancer. Em 2008 regressa definitivamente a Macau, onde dirige o jornal diário Ponto Final, mas volta a optar por ser freelancer pouco depois, dedicando-se desta vez à produção de textos, trabalho de copydesk e traduções.
Operação Negócios Privados é o seu primeiro romance.
É casado e tem dois filhos, de 29 e 19 anos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.