Poeta de Jequié participa de encontro na Colômbia e lança livro | Valdeck Almeida de Jesus

val - 200O XIV Parlamento Nacional de Escritores da Colômbia e o II Parlamento Jovem acontecem de 24 a 27 de agosto de 2016, em Cartagena das Índias, organizados pela Associação de Escritores da Costa. A Bahia terá o poeta jequieense Valdeck Almeida de Jesus representando o Projeto Fala Escritor e a União Baiana de Escritores – UBESC. O jornalista fará lançamento internacional e leituras de seu livro “Ruta 66: Amores y Dolores de un poeta” (Editora Galinha Pulando, 2011), ilustrado por Daiane dos Santos, traduzido pela venezuelana Gladys Mendía e prefaciado pelo poeta angolano Walter “S”, que apontou nos textos da obra questões sociais, perplexidades da vida, sonhos e realidades cruas de amores, dores e sofrimentos. “Ruta 66” faz alusão ao ano de nascimento do poeta e à Rodovia 66 americana que tem importância histórica, turística e cultural. Amores e dores do poeta são retratadas em poemas e ilustrações, retratando uma verdadeira viagem ao mundo romântico e íntimo de Valdeck Almeida.

Os dois encontros de escritores contam com vasta programação que inclui lançamentos de livros, recitais poéticos, leituras de trabalhos literários, bate papos, debates, além de almoços regados a muita alegria, poesia e literatura. Escritores de 16 países vão render homenagens a Jack London (Estados Unidos), Rubén Darío (Nicarágua) e Alfonso Bonilla Naary (Colômbia), no centenário da morte dos dois primeiros e no centenário de nascimento do último. Como em anos anteriores, o Parlamento continua com sua política de reconhecer o importante e significativo aporte de escritores e escritoras do continente e do país para as letras universais.

Continuar a ler

Can Prisma and DeepArt make everyone an artist? | Digital Minds | Arlindo L. Oliveira

The popularity of Prisma, one of the hot summer apps (together with Pokemon Go), has caught everyone by surprise, including its creators.

Prisma uses deep learning algorithms to derive image processing methods that change your pictures in accordance with the style of a given artist. Other sites, like DeepArt apply these methods based on machine learning techniques, such as the one described in this article, to process photos that you upload.

The following drawing of The Thinker was obtained applying Prisma to one of my travel pictures.

arlindo01

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

The following “painting” was obtained from one image of the tall ships in Lisbon, using DeepArt.

arlindo02

Applying the methods takes significant computer time, and is done by Prisma remote servers. These servers have, for a while, been unable to fully cope with the demand. Other sites, like DeepArt, also take significant time to process your request.

The results are, in many cases, surprising, obscuring the line between artistic merit and computerized image processing. Recently, Google raised a significant amount of money selling computer generated art.

For more examples of computer generated art, using Prisma and DeepArt, take a look at my deep art flickr album.

arlindololiveira | August 4, 2016 at 11:54 am | Tags: Deep Art, Prisma | Categories: Art, Artificial Intelligence, Machine Learning | URL: http://wp.me/p7fp8X-47