Ton rire | Pablo Neruda

Tu peux m’ôter le pain,
m’ôter l’air, si tu veux :
ne m’ôte pas ton rire.

Ne m’ôte pas la rose,
le fer que tu égrènes
ni l’eau qui brusquement
éclate dans ta joie
ni la vague d’argent
qui déferle de toi.

De ma lutte si dure
je rentre les yeux las
quelquefois d’avoir vu
la terre qui ne change
mais, dès le seuil, ton rire
monte au ciel, me cherchant
et ouvrant pour moi toutes
les portes de la vie.

À l’heure la plus sombre
Égrènes, mon amour,
Ton rire, et si tu vois
Mon sang tacher soudain
Les pierres de la rue,
Ris : aussitôt ton rire
Se fera pour tes mains
Fraîche lame d’épée.

Dans l’automne marin
Fais que ton rire dresse
Sa cascade d’écume,
Et au printemps, amour,
Que ton rire soit comme
La fleur que j’attendais,
La fleur guède, la rose
De mon pays sonore.

Moque-toi de la nuit,
Du jour et de la lune,
Moque-toi de ces rues
Divagantes d’île,
Moque-toi de cet homme
Amoureux maladroit,
Mais lorsque j’ouvre, moi,
Les yeux ou les referme,
Lorsque mes pas s’en vont,
Lorsque mes pas s’en viennent,
Refuse-moi le pain,
L’air, l’aube, le printemps,
Mais ton rire jamais
Car alors j’en mourrais.

(Pablo Neruda, Les vers du Capitaine, 1952. Aussi in Neruda par Skarmeta », Paris, Grasset, 2006, pp. 127-128.)

A NOVA ORDEM MUNDIAL NÃO É UMA ‘TEORIA DA CONSPIRAÇÃO’ | José Gabriel Pereira Bastos

Quem se informa sabe que a Nova Ordem Mundial é um Projecto Imperial Anglo-Americano, herdeiro do Secretismo Maçónico (inscrito na nota do Dollar) e do Suprematismo WASP (racista), dotados de um “Destino Manifesto” e de um “Excepcionalismo” que configuraram o século XIX americano, projecto esse criado com Instituições próprias (Council on Foreign Relations, em Nova York, Chattam House, em Londres), logo à saída da Guerra de 1918, tendo enormes desenvolvimentos funcionais entre guerras, que não cabe aqui enunciar.
(“The Century of the Self”, abaixo, pode servir de Introdução).

A vitória de 45 levou ao relançamento de novas Organizações Instrumentais (NATO, ONU e organizações satélites, etc.) e de inúmeras “iniciativas privadas”. antevendo e propulsionando o futuro WASP Idealizado.

Em 1952, Bertrand Russell publicou “A última oportunidade do homem” (New Hopes for a changing world, New York, Simon and Shuster), contendo o Projecto Despótico da Globalização Anglo-Americana (que o Brexit actual vai reforçar), sob a forma antevista e proposta de uma Ditadura Militar por um século até que todos os povos dos cinco continentes se submetam pela Força à “Nova Democracia Mundial” WASP.

Continuar a ler

Hipernormalisation (2016) | Legendado | Documentário do cineasta Adam Curtis

Documentário do cineasta Adam Curtis. O filme argumenta que desde a década de 1970, os governos, o mercado financeiro e os tecnocratas desistiram do complexo “mundo real” em prol de um “mundo falso”, mais simples, comandado pelas corporações e controlado pelos políticos.

Faltam 48 horas para a votação das propostas de lançamento do DiEM25 2.0

Tens 48 horas para votar nas seis propostas que irão finalizar a nova e melhorada versão do nosso movimento!

Juntos, passámos o ano 2019-2020 a modelar o DiEM25 2.0, e estamos agora prontos para o toque final: o Plano de Implementação do Coletivo Coordenador que, após quase sete meses de deliberações, está pronto para ser votado. As seis votações, relativas a aditamentos ou alterações aos nossos Princípios Organizadores podem ser encontradas abaixo. É importante que todos nos empenhemos neste momento decisivo para o desenvolvimento do nosso movimento:

  1. Mudanças futuras nos Princípios Organizativos
  2. A melhoria da coordenação dos Coletivos Nacionais e das Alas Eleitorais com o Coletivo Coordenador
  3. Introdução de um donativo regular dos membros para tornar o movimento financeiramente sustentável
  4. O estabelecimento de um processo de organização das votações de todos os membros, iniciadas por membros.
  5. Constituição de um Grupo de trabalho para o feminismo, diversidade e pessoas com deficiência.
  6. A extensão do mandato dos membros do Conselho de Validação

Por favor clica em CADA UM destes links e vota.

Depois desta votação, temos todos de nos concentrar na forma como podemos fazer do DiEM25 uma forte força para a política progressista numa Europa que precisa desesperadamente dela. Estamos quase a terminar os alicerces, agora temos de começar a construir. Juntos/as!

Carpe DiEM25!
Erik
>>DiEM25