BOCAGE | Auto-retrato

Magro, de olhos azuis, carão moreno,

Bem servido de pés, meão na altura,

Triste de facha, o mesmo de figura,

Nariz alto no meio, e não pequeno;


Incapaz de assistir num só terreno,

Mais propenso ao furor do que à ternura;

Bebendo em níveas mãos, por taça escura,

De zelos infernais letal veneno;


Devoto incensador de mil deidades

(Digo, de moças mil) num só momento,

E somente no altar amando os frades,


Eis Bocage em quem luz algum talento;

Saíram dele mesmo estas verdades,

Num dia em que se achou mais pachorrento.

BOCAGE

Manuel Maria l’Hedoux de Barbosa du Bocage nasceu na cidade de Setúbal a 15 de Setembro de 1765. Correu as terras distantes do Oriente e os mares que rondam África até regressar a Lisboa e aderir à Nova Arcádia.
Em pouco tempo se separou deste movimento dado o seu espírito inconformista.
Aventureiro e sedento de liberdade, sofreu as perseguições da polícia de Pina Manique.
O romantismo de Bocage é evidente no tom autobiográfico e confessional da sua poesia.
Bocage foi, ainda, um poeta repentista e satírico, factos que fizeram dele uma figura popular do anedotário português.
Faleceu em Lisboa com 40 anos de idade.

http://cvc.instituto-camoes.pt/poemasemana/18/retratos2.html

Certamente! Sexta-feira, 29 de janeiro de 2021 | Paulo Querido

Sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

Hoje notícias menos más, enfim, depende da perspetiva: Portugal atingiu o pico da pandemia Covid-19, o que tem um lado bom, que é a partir daqui só pode melhorar; e se tens formado a ideia, as seen on tv and read on newspapers, que a corrupção está a alastrar em Portugal, bem, olha, pergunta-lhes onde vão buscar essa ideia porque o índice não mostra isso.

E ainda: a achega de Boaventura de Sousa Santos ao avanço da extrema-direita e um texto excelente que explica bem o caso GameSpot, junto com uma infografia.

Já lá vamos. Antes, uma nota pessoal: esta semana o diário passou a chegar a duas amigas chegadas e a um amigo de há quase meio século. Olá F., olá R., olá R.!


carrega imagens para ver imagem de Lilly Martin SpencerLilly Martin Spencer[ Capa 4 de 7 da série Pintura no feminino, escolhida por Ana Roque. ]

Continuar a ler