Afeganistão | Carlos Matos Gomes

Os Javalis do Afeganistão

Sobre o que acontece no Afeganistão se poderá dizer que se cumpriu a lei de Murphy: “tudo o que puder correr mal, vai correr mal”, que poderia ter sido inspirada na Batalha de Alcácer Quibir. O que hoje correu ainda pior do que o mal começou aí por volta de 1983, com a presciência de dois vultos que o conservadorismo elevou às glórias dos seus panteões, o antigo ator americano Ronald Reagan e uma senhora inglesa de classe média baixa ressabiada com as upper class e os intelectuais, chamada Margaret Tatcher

A propósito do Afeganistão foi agora recuperada uma fotografia de 1983 em que Reagan recebe na Casa Branca uma delegação de mujahedeens, que lutavam contra a presença da URSS e o governo que esta apoiava no Afeganistão.

Os mujahedeens foram comparados por Reagan aos fundadores dos Estados Unidos e apelidados de “combatentes da liberdade”. Os mujahedeens estão na base dos talibans. Eram talibans em embrião. Reagan era o político de grande visão e conhecimento da história que se conhece, além de ser um homem de princípios, por isso denunciou os seus colegas atores no tempo da caça às bruxas. A bênção de Reagan (e das sucessivas administrações americanas) aos talibans e associados seguia o princípio de outro génio da estratégia, Kissinger, o qual convenceu meio mundo  que havia redescoberto os dois princípios que Maquiavel resumira séculos antes: os inimigos dos meus inimigos são meus amigos e os bandidos que estão do nosso lado são bons bandidos e não mordem a mão que os arma e alimenta.

A conjugação de falta de princípios com falta de conhecimentos da história levou ao desenlace que conhecemos no Afeganistão.

Reagan e Tatcher, confiados na genialidade de Kissinger, esqueceram-se de um princípio muito simples, conhecido de todos os agricultores: se eu alimentar uma vara de javalis para destruir as colheitas do meu inimigo, quando os javalis acabarem o seu trabalho vão destruir as minhas culturas, porque é da sua natureza.  Ou os mato antes, ou eles me escorraçam.

O que aconteceu, parece que para espanto de todos os líderes ocidentais, foi, tão só, o regresso dos javalis à sua terra para nela fossarem e expulsarem que os criara e alimentara

A natureza é sempre uma fonte de ensinamentos. 

Já agora, os chineses têm fama de comerem todo o animal que ande com as costas voltadas ao Sol, o que inclui javalis. Isto é, os talibans não vão para a China fossar…

Carlos Matos Gomes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.