O SEXO DOS ANJOS OU A OPORTUNIDADE PERDIDA | Paulo Sande

A campanha eleitoral chega ao fim. Entretanto, das longínquas fronteiras eslavas ecoam sons de guerra. A NATO está pronta, anuncia o seu secretário-geral. E em Portugal, o que se disse sobre essa eventualidade?

O SEXO DOS ANJOS OU A OPORTUNIDADE PERDIDA

28 de maio de 1453. Constantinopla, a capital do Império Bizantino, a pérola do Levante, o símbolo da Cristandade na fronteira oriental, está cercada por 80 mil turcos comandados por Mehmed II. O imperador Constantino XI, último de seu nome, resiste desesperadamente, à cabeça de 7 mil homens mal-armados.

Em concílio, enquanto os soldados morrem, na Santa Catedral de Sofia, a igreja da Santa Sabedoria, os clérigos cristãos, hesicastas e místicos, reunidos no âmbito da Escola Patriarcal, discutem um assunto fundamental para o futuro da humanidade:

Que sexo têm os anjos?

SOAM OS TAMBORES DE GUERRA

Da fronteira entre a Ucrânia e a Rússia, chegam os sons fascinantes do rufar dos tambores.

Não são sons novos. Já soaram tantas vezes aos ouvidos dos Homens e Mulheres do Ocidente – europeus, para simplificar -, que não parecem impressionar ninguém, ou sequer levar a um sentimento verdadeiro de pânico de medo de verdadeira e genuína preocupação.

São os mesmos sons que se ouviram nos pacíficos cafés de Viena em vésperas da 1ª guerra mundial, descritos pela pena de Stefan Zweig. Os mesmos que ressoaram aos ouvidos dos escritores de língua alemã exilados, reunidos em Ostende em 1936, onde estiveram, entre outros, o mesmo Zweig, e Joseph Roth, e Ernst Toller e Koestler. Os mesmos sons que, muito antes disso, noutra geografia, mas sempre com a mesma cadência, escutaram e desconsideraram, em delírio guerreiro, os varões e as donzelas do sul dos jovens Estados desunidos do norte da América, em vésperas da confrontação civil.

E quase sempre, nem sempre mas quase sempre, ao som dos tambores de guerra segue-se a guerra, a verdadeira, a cruel, a incomensuravelmente estúpida e destruidora guerra.

A NATO está preparada, avisa o secretário-geral da Aliança, Jens Stoltenberg. Não procuramos a confrontação, salientou, mas não  comprometeremos os princípios em que assenta a segurança da nossa Aliança e a da Europa e da América do Norte. “And we are removing any question about our ability to defend and protect all Allies (…)  being ready  to respond if needed”.

Guerra?

Um pouco por toda a Europa, são mobilizados meios militares para a eventualidade de um conflito armado. Também em Portugal foram dadas ordens para o aprontamento de meios.

Pessoalmente, não acredito que venha a acontecer. Mas também nunca acreditei em bruxas…

E o que se disse durante a campanha eleitoral sobre a possibilidade de guerra?

O QUE DIZEM OS CANDIDATOS?

Chega ao fim a campanha eleitoral. Amanhã corre o dia da reflexão, uma espécie de portal para lado nenhum, em que milhares de portugueses farão um enorme esforço para analisar prós e contras, programas e promessas, para provavelmente concluírem que, ou já sabiam ou continuam sem saber – decidirão no instante e no  recato da urna.

Entretanto, e com a mobilização das tropas (ou pelo menos o seu anúncio), o recrudescimento da ameaça e o rufar dos tambores, o que disseram os candidatos, na campanha que já vai longa, a propósito da iminência de um conflito – ou, pelo menos, da sua possibilidade? E da participação portuguesa nele, sob a égide da NATO?

Nada. Ou talvez tenha sido eu que não estive atento.

O UMBIGO DOS ANJOS

29 de maio de 1453. Constantino XI morreu. Os otomanos entram na cidade. Mehmed II ordena a transformação de Santa Sofia numa mesquita.

Os clérigos cristãos dispersam, mortos, fugidos, escondidos. E frustrados com a interrupção da discussão sobre o sexo dos anjos.

Mas uma coisa pelo menos, suspeito, eles concluíram:

É que os anjos não têm umbigo.

Nascem de geração espontânea. Como as guerras.

Retirado do Facebook | Mural de Paulo Sande

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.