A comunicação social e a onda de incêndios | A OBRA DO DIABO | Zé-António Pimenta de França

Mostra-se nos canais de TV os incêndios horas e horas a fio. Procura-se descoordenações, falta de meios, falhas de equipamentos, faltas de todos os tipos.
Porém, ninguém se interroga, por exemplo, como se justifica esta imensa onda de fogos postos a que estamos a assistir. Quem está por detrás dela, tão vasta e espalhada pelo território nacional ela é. As televisões ficam-se pelo fácil, pela exibição alarve e acéfala dos incêndios.
Porque será que a origem da onda de fogos postos de dimensões nunca vistas não interessa às televisões? Por que motivo as reportagens, as notícias, se ficam por aí?
Todos sabemos que o fogo é um imenso negócio, pelo qual lutam consórcios de várias empresas. Há interesses poderosos organizados em torno do combate aos fogos.
Mas pelos vistos interessa que se esqueça as muitas dezenas de incendiários presos, a origem criminosa dos incêndios e a cobertura apenas se foque nos incêndios propriamente ditos, como de fossem obra de Deus. Ou do Diabo.

É isso, isto deve ser obra do Diabo…

 Zé-António Pimenta de França

Retirado do Facebook | Mural de Zé-António Pimenta de França

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s