16) – C19 Upshot | Economias europeias com (pequenos) sinais de recuperação | Paulo Querido

Jessica Hinds – Capital Economics // Economias europeias com (pequenos) sinais de recuperaçãoExistem sinais preliminares de melhoria da atividade económica nos dados de alta frequência, como o aumento do consumo de eletricidade em Itália e em Espanha e um tráfego ligeiramente menos deprimido nas cidades alemãs na semana passada.

A sério?!

Sim. A autora pensa que Abril pode marcar o início da recuperação. Mas avisa que ainda é muito cedo para tirar qualquer conclusão pois outros indicadores ainda precisam de mostrar progressos.

UE ou BCE?

Hinds vê nos dados a confirmação do senso comum nos analistas: a recuperação da atividade levará tempo. E sobretudo dependerá do suporte a políticas. E com os líderes da UE lutando por consensos, o ónus estará no BCE, que, espera-se, anunciará um aumento de suas compras de ativos na próxima semana. (necessário login)

Escolha e notas de Paulo Querido
ler artigo ☞

Pedro Fonseca – TICtank // O efeito mortal da desinformação televisiva. A desinformação durante uma pandemia como esta do COVID-19 pode ter efeitos mortais, especialmente quando é transmitida em programas de grande audiência na televisão. Exemplo recente disso mesmo foi a declaração do presidente Trump de que desinfectantes como a lixívia podia curar o coronavírus. Do aumento de telefonemas para o Poison Control Center de Nova Iorque (Trump afirmou desconhecer a razão para o sucedido…) às mensagens falsas e adulteradas sobre esta “medicação” na Nigéria foi um pequeno passo. Paulo Querido recomenda ler ☞

Bernard-Henri Lévy – Tablet Magazine // After the Coronavirus, Who Do We Want to Be?. The 1918 Spanish flu bequeathed many things to the world that overcame it, such as apartheid in South Africa; a love of sports and the outdoors; the need for hospitals worthy of the name; and, among writers, the melancholy of those who survived it, including F. Scott Fitzgerald, Nancy Cunard, and the Dashiell Hammett of The Maltese Falcon. The coronavirus’s part in all this? Still too early to tell. It’s a good bet that, for better or for worse, tomorrow’s world will not be the same as yesterday’s. Ana Roque recomenda ler ☞

Derecka Purnell – the Guardian // Disseram que eu poderia sair da maldição da pobreza. O coronavírus prova que estão errados. Todas as maldições da pobreza geracional vertical que eu deveria quebrar foram cruzadas com a pobreza horizontal que estava bem na minha frente. A sociedade não exerce a mesma pressão sobre as crianças ricas para desfazer a riqueza concentrada, redistribuir seus recursos e parar os ciclos que criam pobreza concentrada. E até que haja uma redistribuição radical da riqueza e uma completa evolução de valores, mais pessoas sofrerão sofrimento e morte desnecessários. Nuno Andrade Ferreira recomenda ler ☞

Darrell Etherington – Techcrunch // Apple and Google release first seed of COVID-19 exposure notification API for contact tracing app developers. Apple and Google have released the first version of their exposure notification API, which they previously called the contact tracing API. This is a developer-focused release, and is a seed of the API in development, with the primary intent of collecting feedback from developers who will be using the API to create new contact tracing and notification apps on behalf of public health agencies. JL Andrade recomenda ler ☞

Rebecca Root – Devex // Em todo o mundo, migrantes e refugiados ficam presos entre fronteiras fechadas. Muitos países estão há semanas em bloqueio e as sociedades adaptam-se lentamente às restrições. A situação tem sido frustrante para muitos – mas para refugiados e migrantes, pode ser fatal. Segundo o Pew Research Center, 91% da população global vive atualmente em locais onde foram impostas restrições sobre quem pode entrar no país e 39% vive em países onde as fronteiras são completamente fechadas para estrangeiros. Isso significa acesso limitado para quem foge de conflito, perseguição ou desastre. Em média, 37.000 pessoas são forçadas a fugir – por dia. Paulo Querido recomenda ler ☞

Joschka Fischer – Project Syndicate // The Virus that Changed the World. The COVID-19 pandemic has brought the most technologically capable generation in the history of civilization to its knees in the space of just a few weeks. For all of our command over nature, the crisis shows that our political institutions are no longer fit for purpose, and must be made anew. JL Andrade recomenda ler ☞

Bookmarks

  1. 📈 Direção-Geral de Saúde: ponto de situação atual em Portugal (link)
  2. 📈 Público: como achatar a curva? O que revelam as experiências dos países (link)
  3. 💊 Mapping COVID-19 Research: The “Map of Hope” provides a geographical overview of planned, ongoing and completed clinical trials. (link)
  4. 📊 Dashboard Interativo – Evolução do Covid-19 em Portugal e no mundo (link)
  5. 📊 Reuters: breaking the wave (link) (enviado por Marisa Torres da Silva)
  6. 📊 ESRI: Evolução Covid-19 em Portugal – Dados Adicionais (link) (enviado por leitor anónimo)
  7. 📈 European monitoring of excess mortality for public health action (link) (enviado por Manuel Carreira)
  8. 🕸️ Google: See how your community is moving around differently due to COVID-19 (link)
  9. 🏙️ Público: Como está a evoluir a pandemia onde eu vivo (RECOMENDADO) (link)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.