Pedro Almeida Vieira na Casa da Cultura de Setúbal

Nós Cá por Casa PAV

A história de Portugal, na versão do Estado Novo, estava reduzida a uma versão muito simplificada, ao nível da ladainha popular, apropriada à sua divulgação por um povo analfabeto.

Dos reis, já muito se sabia se conhecêssemos os seus cognomes: D. Afonso Henriques, o conquistador; D. Dinis, o lavrador; D. João II, o príncipe perfeito.

Uma história de fácil apreensão e que contribuía de forma eficaz para a construção da identidade do homem novo português.

Salazar, em entrevista a António Ferro, defende como prioridade sobre o ensinar toda a gente a ler, a formação das elites que enquadradas pelas massas atacariam os verdadeiros problemas do país.

Para o povo, o ensino da história numa versão infantilizada era mais do que suficiente. As elites formavam-se nas universidades, aí se cuidaria da nossa história.

O importante era passar a ideia de que estávamos bem entregues. Eles sabiam tomar conta de nós. E “eles” eram os nossos governantes, os militares, a polícia, o presidente da câmara, as autoridades. Entendia-se que, caso a tarefa fosse demasiado pesada, a providência divina seria chamada a intervir. Assim, ao longo da nossa história, temos exemplos da intervenção direta da Nossa Senhora em defesa dos portugueses.

O romance histórico, bem documentado e bem escrito, resgata-nos dessa história infantilizada. É o grande desfazedor de mitos.

Na Casa da Cultura de Setúbal a apresentação do livro Crime e Castigo, O povo não é sereno, de Pedro Almeida Vieira, vem destruir o mito de um povo de brandos costumes e ordeiro, incapaz de desafiar as autoridades ou de correr riscos. A escritora e jurista Alice Brito abre o debate sobre a pena de morte, cabendo a moderação da mesa a António Ganhão, colaborador literário do PNet. O Muito cá de Casa e o PNet encetam assim uma colaboração que se espera profícua. É já no dia 31, apareçam.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.