EXPRESSÕES POPULARES E OUTRAS ESTÓRIAS | ÍNDICE : 1 A 100 (textos já publicados no facebook) | Autor : Vítor Manuel | 28/03/2022

Lista de títulos provisória – contamos publicar 3 por semana, com a devida explicação de cada expressão.

Maria vai com as outras (nº1)

Nem sempre galinha nem sempre rainha (nº2)

A árvore das patacas (nº3)

Ir para o Maneta (nº4)

Meter a mão no fogo (nº5)

Tirar os três vinténs (nº6)

Verdades de Monsieur de La Palisse (nº7)

Do tempo da Maria Cachucha (nº8)

Estar nas suas sete quintas (nº9)

Fazer o diabo a quatro (nº10)

Andar com o credo na boca (nº11)

É de se lhe tirar o chapéu (nº12)

Dar a mão à palmatória (nº13)

Ter o rei na barriga (nº14)

Sem dizer água vai (nº15)

Dar ou receber luvas (nº16)

Gente de meia-tigela (nº17)

Vitória de Pirro (nº18)

Bode expiatório (nº19)

Engolir sapos (nº20)

Perder a tramontana (nº21)

Ir a nove (nº22)

Ser cá um forrabodó (nº23)

Ter para os alfinetes (nº24)

Manga-de-alpaca (nº25)

A cavalo dado não se olha o dente (nº26)

Pagar as favas (nº27)

Por uma unha negra (nº28)

Erro Crasso (nº29)

Lenda do Bolo-rei (nº30)

Ainda o Bolo-rei (nº31)

És de Braga? (nº32)

Entrar com o pé direito (nº33)

Tirar o cavalinho da chuva (nº34)

Chorar lágrimas de crocodilo (nº35)

Tirar o pai da forca (nº36)

Ir no conto do vigário (nº37)

Os três Reis Magos (nº38)

Saiu-te a carta na farinha amparo? (nº39)

Custar os olhos da cara (nº40)

Baptismo de fogo (nº41)

Elefante Branco (nº 42)

Deixar para as calendas gregas (nº43)

Casa da mãe Joana (nº44)

Comer que nem um abade (nº45)

Vender banha da cobra (nº 46)

Matar o bicho (nº47)

Dos quatro costados (nº48)

Cruzes canhoto (nº49)

OK (nº50)

O primeiro milho é dos pardais (nº51)

 À grande e à francesa (nº52)

Arrotar a postas de pescada (nº53)

Dar / levar um puxão de orelhas (nº54)

Onde Judas perdeu as botas (nº55)

O Dia em que o rei fez anos (nº56)

Cheio de Salamaleques (nº57)

Bem prega frei Tomás (nº58)

 Homem do Saco (nº59)

Estar na berlinda (Nº60)

Justiça de Fafe (nº61)

Cara ou coroa (nº62)

Tudo como dantes, quartel-general em Abrantes (nº63)

Fino como o alho (nº64)

O Arreda (nº65)

O primeiro automóvel, o primeiro desastre e a primeira corrida (nº66)

Chata como a potassa (nº67)

Vá-se Queixar ao Bispo (nº68)

Não perceber patavina (nº69)

Lusitanos – o estranho povo da Ibéria (nº70)

Roma não paga aos traidores (nº71)

Até vir a mulher da fava rica (nº72)

 Ir aos arames (nº73)

Carapau de corrida (armar-se em) – (nº74)

O lenço dos namorados (nº75)

A Cantarinha dos Namorados (nº76)

Dia dos Namorados (São Valentim (nº77) S

em papas na Língua (nº78)

Emprenhar pelos ouvidos (nº79)

Encher chouriços (nº80)

Pé-rapado (nº81)

Salvo pelo gongo (nº82)

Usar óculos de Penafiel (nº83)

Não há almoços grátis (nº84)

Não é flor que se cheire (nº85)

Santinho de pau oco (nº86)

Larápio (nº87)

Tirar nabos da púcara (nº88)

O Carnaval (nº89)

O Carnaval na Antiguidade (nº90)

O Carnaval Português de Antigamente (nº 91)

Estar a ficar Xexé (nº92)

O Enterro do Entrudo (nº93)

Despedir-se à francesa (nº94)

Estás toda Perliquitete (nº95)

Mandar para as Malvas (nº96)

Estar a cantar de galo (nº97)

É Pechisbeque (nº98)

Espírito Santo de Orelha (nº99)

Brindar – Fazer tchim tchim (nº100)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.